Convite de casamento

HÁ alguns dias atrás eu recebi de um casal um convite de casamento. A primeira reação foi agradecer e confirmar que estaria presente no tão ilustre evento que o convite anunciara. Mas eu gostaria de refletir sobre todas as informações que vêm agregadas dentro do convite. O convite é a materialização de um sonho que brotou no coração do casal de noivos, e a realização dos sonhos dos pais deles e creio de coração que é uma expressão do amor de Deus na vida terrena de dois jovens que se amam. Quais são as informações que este convite trazia? Primeira informação que vi no convite foi meu nome e o nome de minha esposa, fomos convidados. Todo casamento tem convidados, e eles sempre fazem parte, sempre estão lá devidamente vestidos, elegantes, perfumados e felizes para participar da festa tão importante para os noivos. Os convidados normalmente são gratos por terem sido lembrados, considerados, escolhidos em um universo de pessoas que o casal e seus pais conhecem e se relacionam. Nem sempre da para convidar todos os conhecidos então cada um que recebe um convite deve ter em seu coração um sentimento de honra por ter sido escolhido. Mas tal convite trás responsabilidades para cada o convidado, estar na celebração do casamento torna os convidados cúmplices, significa que cada convidado fará parte do grupo de relacionamento do casal. Creio que o convidado deve desejar e orar pedindo a Deus que ilumine a caminhada daquele novo casal de marido e esposa.

É muito importante nos preocupar mais com a realidade apresentada pelas estatísticas do matrimônio no Brasil. Bons amigos fazem toda a diferença no casamento, são conselhos e considerações que mudam nossas atitudes para com o cônjuge. Provérbios 17:17 afirma: “Um amigo ama em todos os momentos; é um irmão na adversidade”. Posso afirmar que só os dois não são suficientes para sustentar um relacionamento saudável, o casal precisa de homens e mulheres comprometidos com Deus e principalmente de Deus para colocar em pratica as promessas que são declaradas por ele na cerimônia. A segunda informação do convite que quero ressaltar é o nome dos pais. Os pais ofereceram para aquele casal de jovens modelos vividos por eles, o exemplo do relacionamento deles é algo extremamente importante. O valor do casamento foi apresentado por eles, na saúde e na enfermidade eles demostraram ao longo dos anos que casar-se era algo que faz sentido, que tem valor, ou quem sabe a experiência dos pais não foi positiva e o casal tem um grande desafio, viver uma realidade que seja diferente da que seus pais viveram. Não tenha duvida que é muito mais fácil para os casais desenvolverem um relacionamento saudável quando seus pais mostraram que o casamento é algo precioso mesmo com as diferenças que existe entre eles. O ilustre evento trás para a maioria dos noivos a realidade de deixar pai e mãe. Isso nem sempre é uma tarefa fácil para quem foi gerado, sustentado, amado, protegido e aconselhado. Representa para a maioria  deixar a família que se conviveu desde o nascimento.

Lembro-me de uma noiva aflita que me ligou dois dias antes do casamento chorando e disse assustada, eu estou muito triste e não estou entendendo nada. Como assim? Perguntei a ela. Ela disse que estava insegura e quando olhava para seus pais, seus irmãos, a casa onde passou sua infância o coração dela entristecia. Não é justo para com meu noivo estar triste assim. Afirmava aquela jovem noiva. Eu disse a ela: pode ficar tranquila, pois isto é totalmente possível. Você vai partir desta casa deixar a família que você sempre esteve junto, vai ter que visitá-los, você não vai morar mais com eles, comer com eles todos os dias, dormir perto deles. O casamento é algo complexo, alegria e tristezas se misturam, ganho e perda esta acontecendo ao mesmo tempo. Aquele convite tinha um versículo bíblico era o Salmo 37:4 que declarava o seguinte “Deleite-se no Senhor e ele atendera aos desejos do seu coração”. Deleitar é confiar, descansar, acreditar que Deus é presente na vida pessoal de cada pessoa e consequentemente no matrimônio. Isso tem muito valor! Deus esta disponível para abençoar o casal, isso faz parte da natureza de Deus. Gostaria de terminar este artigo com a seguinte consideração sobre o convite. O pequeno papel anexo que fala do presente. Em um casamento os noivos normalmente recebem presentes de valores variados, tem um valor sentimental agregado que não se pode mensurar. Cada presente vem com histórias, memórias, e são a materialização do desejo do coração de quem escolheu e ofertou ao casal. Existe um presente que nunca poderia faltar para um casal de noivos, a Bíblia sagrada. Este livro possui os conselhos que são mandamentos de Deus para a vida bem aventurada. Seguir os ensinos garantirá sucesso absoluto no contrato legal (certidão) no juramento declarado diante da igreja e nas promessas feitas diante dos pais, familiares, padrinhos e amigos. Quantas coisas nos falam um convite de casamento não é mesmo? O casamento é uma instituição divina e merece uma boa e profunda reflexão de todos.

Márcio Tunala

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s