Felizes, felizes e felizes – Sermão do Monte

Mateus 5. 3 a 12  “Felizes as pessoas que sabem que são espiritualmente pobres, pois o *Reino do Céu é delas. Felizes as pessoas que choram, pois Deus as consolará. Felizes as pessoas humildes, pois receberão o que Deus tem prometido. Felizes as pessoas que têm fome e sede de fazer a vontade de Deus, pois ele as deixará completamente satisfeitas. Felizes as pessoas que têm misericórdia dos outros, pois Deus terá misericórdia delas. Felizes as pessoas que têm o coração puro, pois elas verão a Deus. Felizes as pessoas que trabalham pela paz, pois Deus as tratará como seus filhos. Felizes as pessoas que sofrem perseguições por fazerem a vontade de Deus, pois o Reino do Céu é delas. Felizes são vocês quando os insultam, perseguem e dizem todo tipo de calúnia contra vocês por serem meus seguidores. Fiquem alegres e felizes, pois uma grande recompensa está guardada no céu para vocês”.

Neste pequeno trecho da palavra de Deus a palavra “felizes” é repetidamente e felizmente citada. Não há dúvida que vale a pena observar cada dica do mestre sobre o caminho da felicidade. Estamos diante das fascinantes bem aventuranças, um extraordinário conjunto de ensinamentos citados por Jesus em seu admirável sermão do monte. O ser humano historicamente busca desenfreadamente a felicidade, muitos endinheirados tentam comprá-la, uma coisa aprendi ao longo da vida, a felicidade tem nome e sobre nome. Jesus Cristo neste maravilhoso sermão apresenta com maestria o Reino de Deus e sua proposta de vida. Para a multidão que ouvia era uma mensagem  apresentada de forma inédita. A multidão estava em contato direto com uma mensagem que vinha do alto. O que Jesus dizia ser feliz é muito mais simples do que se diz por ai, ser feliz é uma possibilidade e não um subproduto da sorte. Ser feliz ou bem aventurado é ser cidadão do Reino. O sermão do monte foi pregado a aproximadamente 2000 anos atrás e causou admiração e impacto sobre muitas vidas, gerações passadas vislumbraram as riquezas dos ensinamentos, gerações futuras vão debruçar em cima deste registro sagrado e perplexos vão se render a sua riqueza admirável. Muitos aceitaram os desafios apresentados, outros continuaram infelizes por não compreender a tão simples e tão profunda mensagem que nos aproxima do céu. Felizes ou bem aventurados são todos aqueles que conseguem ler o sermão do monte com o coração.

Márcio Tunala

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s