Que tal viver 912 anos?

downloadNo capitulo 5 do livro de Genesis, encontramos a maior fonte de longevidade da Bíblia. Os patriarcas que viveram antes do dilúvio apresentam uma idade média de nada mais e nada menos que novecentos e doze anos. Impossível de se imaginar para nossa geração. Como era possível viver tanto? Essa é a duvida de muita gente e o que mais ouvimos inclusive entre os seguidores da Bíblia é que o calendário provavelmente era diferente. Existem algumas teorias que tentam explicar a vida longa dos personagens bíblicos.

Primeira teoria: Antes de ocorrer o dilúvio provavelmente existia um vapor de água intenso sobre a superfície da terra, não existindo a chuva que conhecemos hoje, pelo menos desta maneira, não existiam nuvens nem chuva seja fina muito menos temporal como é muito comum no Brasil no verão. Somente após o dilúvio é que esta camada de vapor desaparece e as conhecidas chuvas entram na história. Alias o planeta terra todo tinha um clima muito parecido, bem equilibrado. O vapor de água funcionava como um filtro que protegia a terra dos raios solares. Isso protegia também os tecidos e o envelhecimento tão indesejado pela maioria hoje era absurdamente mais lento. A radiação solar acelera muito o envelhecimento do corpo.

images (6)Segunda teoria: A teoria do ciclo lunar é também muito citada, por muito tempo o homem acreditava que a terra era o centro do universo, sendo assim o sol e os astros giravam em torno da terra. (Esta teoria combina muito com o coração do homem). A contagem do tempo ou período de vida era a partir do ciclo lunar. Sendo assim, a cada vinte nove dias que é período de um ciclo, se contava um período de vida de um ser humano.

Terceira teoria: uma teoria bem usada é a do calendário diferente, para alguns estudiosos o calendário usado tinha cinco meses de trinta dias cada. Antes deste modelo de contagem ser utilizado houve contagem de ciclo de vida de 30 dias que também tem a ver com a lua. Sendo assim um ano equivalia a um mês, migrando para  um período e cinco meses em uma segunda fase. Esta teoria defende que os novecentos e trinta anos de Adão, equivaleria a setenta e quatro anos. Esta teoria apresenta dificuldades, pois segundo a contagem da idade desta teoria alguns homens citados na genealogia bíblica precisaria ter gerado filhos aos 7 anos de idade.

Terceira teoria: Esta propõe que a contagem de idade era referentes a dinastia. Dinastia corresponde a um período em que príncipes, reis e rainhas pertencentes a uma mesma família real permanecem no poder durante várias gerações. Na dinastia o poder é transmitido de forma hereditária (de pai para filho), uma mesma família permanece, muitas vezes, durante séculos no trono de uma nação. A teoria das dinastias é bem improvável, pois uma dinastia dificilmente morre, e as idades teriam que ser muito diferentes.

images (7)O que mais me chama a atenção no relato das idades dos primeiros homens é o fato de que no capitulo seis, versículo três, Deus estabeleceu um limitador nos anos a se viver, cento e vinte anos é o tempo limite. Para mim este prazo, ligado ao fato das mudanças ocorridas em decorrência do dilúvio, me leva a crer que a idade apresentada na bíblia pode sim ser literal. O que mais me impressiona é que depois do dilúvio a idade do homem vai sofrendo uma diminuição gradativa. De novecentos e doze anos aproximadamente, as idades vem caindo até chegar aos setenta ou oitenta anos citado por Moisés, que apesar de ter feito tal citação  viveu cento e vinte anos. Conforme o Salmo 90.10 “Só vivemos uns setenta anos, e os mais fortes chegam aos oitenta, mas esses anos só trazem canseira e aflições. A vida passa logo, e nós desaparecemos”. A pergunta que fica é a seguinte: Será que os primeiros homens viveram de fato tantos anos? Existem registros arqueológicos de outros povos como babilônios, hindus, gregos, persas e outros povos que relatam a longevidade dos primeiros homens. Para mim a maior fonte de conhecimento sobre os fatos é a Palavra de Deus e não tenho nenhuma dificuldade de aceitar as idades relatadas como literal. O importante de fato para o homem não é o tempo de vida, mas sim como aproveitar este tempo para reconhecer a existência de um Deus criador que é digno de toda honra e toda glória.

Márcio Tunala

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s