Divórcio uma decisão perdedora – Sermão do Monte (6)

Mateus 5. 31 e 32 Foi dito também: “Quem mandar a sua esposa embora deverá dar a ela um documento de divórcio.” Mas eu lhes digo: todo homem que mandar a sua esposa embora, a não ser em caso de adultério, será culpado de fazer com que ela se torne adúltera, se ela casar de novo. E o homem que casar com ela também cometerá adultério.

Em nenhum lugar da bíblia diz que o homem é obrigado a ser casar, mas quando o assunto é casamento a bíblia trata o assunto com muita responsabilidade. A base de qualquer relacionamento entre pessoas é o amor, amar ao próximo como a ti mesmo é um mandamento e sendo assim inegociável. Quando nos comprometemos com uma pessoa temos que assumir a responsabilidade de amá-la incondicionalmente, quando leio neste trecho do sermão do monte a citação sobre divórcio, compreendo que Jesus esta lidando com uma sociedade que se divorcia por muito pouco. Era uma coisa recorrente nas famílias, por quase nada o vínculo conjugal estava sendo quebrado. Em relatos históricos de Flávio Josefo ele cita alguns desses motivos como o fato da esposa ter queimado a comida do marido, a esposa ter exposto parte do corpo como o braço por exemplo, e até mesmo o fato do homem ter achado outra mulher mais atraente que a sua. O grande problema que esta por trás da palavra de Jesus quando cita o divórcio é a falta de amor. O problema maior não estava em romper o pacto, isso era o sintoma. O grande e terrível problema daquela sociedade e da nossa é a falta de amor genuíno. Jesus cita a prática do divórcio e suas regras, e com isso da uma dimensão maior a problemática que envolve o casamento.

Existe quebra de expectativas quando um casamente se rompe. Deus tem planos para um casal, a esposa teve expectativas que foram frustradas, o esposo teve expectativas e ruíram. Filhos, pais e amigos todos perdem quando um casamento chega ao fim. O divórcio é considerado na lei de Moisés tendo em vista as imperfeições da natureza humana, dai vem a dureza de coração. Ele esta valorizando o casamento neste texto e não promovendo o divórcio. Creio que este texto é muito pertinente para casal de namorados, noivos e casais que estão vivendo em união. Em Malaquias, Deus afirma quer odeia o divórcio. Quero lembrar que isso não significa que os divorciados são odiados por Deus. Mas como família de Deus precisamos levantar a bandeira do amor incondicional no casamento, do amor que cresce e amadurece, o amor como oportunidade e não como um sentimento involuntário e incontrolável que acaba quanto exposto a dificuldades. O amor autêntico é aquele que supera as diferenças.

Márcio Tunala

Anúncios

One thought on “Divórcio uma decisão perdedora – Sermão do Monte (6)

  1. linda mensagem, pastor Márcio. Estamos com um familiar nesta situação. Obrigada por nos dar argumentos para ministrar ao coração dele.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s